“A militância chegou ao consenso que Ney Amorim é um forte nome para disputar o Senado, não por ele ser petista, mas por todo trabalho que desenvolve como presidente do Poder Legislativo,

Ray Melo,

A indicação do nome do presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Ney Amorim, como um dos candidatos da Frente Popular, a uma das cadeiras de senador pelo Acre, vem ganhando força e apoio de várias lideranças políticas, militantes e simpatizantes do PT em todo o Estado.

Na sessão desta terça-feira (21), a bancada do PT na Aleac se reuniu e declarou apoio incondicional a indicação de Ney Amorim, como um dos dois candidatos que concorrerá as duas vagas no Senado da República. A deputada Leila Galvão (PT), uma das entusiastas da candidatura, disse que o Alto Acre está com Amorim.

Leila Galvão disse que durante as plenárias realizadas no Alto Acre, além de os petistas debaterem os rumos do partido, a construção de novos projetos e a escolha do presidente e membros da direção regional, composição dos diretórios municipais, a pauta se estendeu ao debate dos nomes que disputarão as eleições 2018.

“A militância chegou ao consenso que Ney Amorim é um forte nome para disputar o Senado, não por ele ser petista, mas por todo trabalho que desenvolve como presidente do Poder Legislativo, criando oportunidades e defendendo projetos de inclusão em diversas áreas. Ele tem nosso apoio”, Acrescenta Leila Galvão.

O deputado Jonas Lima (PT) pediu um aparte e tratou Amorim como senador. “Quero dizer ao nosso senador Ney Amorim, que ele tem meu apoio. Sei que ele vai conduzir o debate sobre esta candidatura em ofensas. Estamos empenhados em amadurecer o nome de Ney como candidato ao Senado pelo PT”, ressalta.

O líder do PT na Casa, Lourival Marques também hipotecou apoio a Amorim. “Nós temos dois bons nomes na disputa do Senado. Tenho certeza que o Ney é um representante forte de nosso partido nesta disputa pelas vagas no Senado. Estaremos juntos nesta caminhada, pode ter certeza, presidente”.

O líder do governo, o deputado Daniel Zen (PT) não esteve presente na sessão ordinária desta terça-feira, mas seus colegas de bancada afirmam que ele também apóia a indicação do nome de Ney Amorim como um dos membros da chapa majoritária que o PT apresentará no próximo ano.

 

free wordpress themes

Deixe seu comentário

comentários