Charlene Lima destaca crescimento do PTB no Acre e fala de sua pré-candidatura a deputada estadual

Com fortes raízes em Sena Madureira, Charlene Lima irá pleitear uma vaga na Assembléia Legislativa do Acre

Redação Senaonline.net

Charlene Lima ao lado do presidente nacional do PTB, ex-deputado federal Roberto Jeferson

O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) está se fortalecendo para disputar as eleições deste ano. A informação foi repassada hoje de manhã pela empresária Charlene Lima que preside a sigla no estado do Acre. Segundo ela, as articulações se espalham por vários municípios acreanos com a meta de agregar cada vez mais lideranças.

“O PTB tem sido bem aceito no estado. Nesta semana filiamos o Jorge Catalan que foi candidato a prefeito no Quinari e ficou em segundo lugar, o jornalista Evandro Cordeiro, o jovem Renê Fontes que era do PSDB, Pastores, temos sete pessoas que foram candidatas a vereador em Rio Branco, enfim, o partido vem se fortalecendo cada vez mais. Temos pessoas testadas nas urnas, que somadas obtiveram em torno de 20 mil votos na última eleição. É muita coisa para um partido que saiu praticamente do zero. O PTB não é mais um partido nanico no Acre, já é visto como um partido que se organizou muito rápido”, comentou Charlene Lima.

PRÉ-CANDIDATA A DEPUTADA ESTADUAL

Com fortes raízes em Sena Madureira, Charlene Lima irá pleitear uma vaga na Assembléia Legislativa do Acre (Aleac). Sobre este assunto, ela disse que é um novo desafio em sua vida, entretanto, está preparada para enfrentá-lo. “Nos últimos meses trabalhamos mais na formação do partido, por isso, conseguimos dar uma alavancada no PTB no Acre. A partir de março vou cuidar da minha pré-campanha. Mesmo antes de pensar em me candidatar eu já vinha ajudando minha cidade, portanto, me sinto preparada para esse novo desafio. Com fé em Deus vamos obter êxito nessa empreitada”, destacou.

Nas eleições de 2016, Charlene Lima foi uma figura importante na campanha vitoriosa do prefeito Mazinho Serafim. Após assumir a administração, porém, os dois passaram a caminhar em lados opostos. Indagada sobre esse assunto ela foi lacônica: “Não temos mais nenhuma relação. Torço pra que a administração dê certo, pois quem ganha com uma boa administração é a cidade e quem perde com uma má administração é a cidade. Minha contribuição eu dei. Reconhecida ou não, eu fiz a minha parte”, frisou.
O PTB, de acordo com a empresária, também terá candidatura forte para a Câmara federal.

Deixe seu comentário

comentários