A cada dia que passa a situação em Sena Madureira relacionada á violência só piora.

Senaonline.net

Redação

 
A cada dia que passa a situação em Sena Madureira relacionada á violência só piora. Recentemente uma moradora do Bairro Praia do Amarílio foi expulsa de sua casa por alguns infratores após desconfiarem de que a mesma teria denunciado o grupo à polícia.

 
O drama está sendo vivenciado por dona Elinês Nascimento da Silva, 28 anos, mãe de cinco filhos. “Eu só consegui sair de lá porque fui escoltada pela Polícia. Não fosse isso, acho que teriam me matado”, relatou.

 
Elinês contou, ainda, que arrombaram sua residência posteriormente e fizeram um verdadeiro limpa. “Levaram tudo o que a gente tinha. Ficamos somente com a roupa do corpo, meus filhos estão descalços, passando dificuldades. Me acusaram que eu tinha chamado a polícia, mas passei o dia todo trabalhando, não tenho nada a ver com isso, não denunciei ninguém”, se defende.

 
A moradora já procurou a Unidade de Segurança de Sena para pedir providências, mas a polícia não teve como fazer muita coisa para ajudá-la. “Muito difícil a situação. Não estou podendo nem sair na Rua. Estive na delegacia, registrei o Boletim, mas disseram que não podem fazer nada. Agora, estou pedindo ajuda às pessoas de bom coração”, finalizou.

 
Atualmente a vítima mora de favor na casa de uma amiga. “Se alguém puder me ajudar com alimento, roupas ou calçados pros meus filhos, eu agradeço muito”, finalizou.

 
Qualquer donativo pode ser entregue na Rádio Dimensão FM.

 
O Bairro Praia do Amarílio tem sido palco de sucessivos confrontos, com registro de disparos de arma de fogo. A motivação é a guerra entre facções criminosas que impera em Sena Madureira.

Deixe seu comentário

comentários