Morador do rio Purus sai pra trabalhar em Rondônia e desaparece da família

O sumiço de Francisco Dias de Lima, o ‘Chico cobra’, foi registrado na Unidade de Segurança Pública de Sena Madureira.

Edinaldo Gomes

 
Francisco Dias de Lima, mais conhecido pelo apelido de “Chico cobra”, residente no seringal Sardinha, rio Purus, está há três meses desaparecido da família. Ele saiu de Sena Madureira para trabalhar em uma fazenda que fica em Vista Alegre do Abunã, estado de Rondônia.

 
De acordo com a dona Zelma do Nascimento Lima, esposa, Francisco Dias costumava depositar mensalmente dinheiro para ela e os três filhos, mas nos últimos meses não deu nenhuma notícia. “Todo final de mês ele depositava o dinheiro e ligava pra nós. Acontece que nos últimos três meses não deu mais nenhuma notícia”, comentou.

 
Ela disse também que a preocupação é grande porque esse local é muito perigoso. “Todo mundo fala que ela não está mais vivo, pois esse local é muito violento. Estamos desesperados, sem saber o que fazer”, frisou.

 
O sumiço de Francisco Dias de Lima, o ‘Chico cobra’, foi registrado na Unidade de Segurança Pública de Sena Madureira.

Deixe seu comentário

comentários